terça-feira, 28 de setembro de 2010

A MARAVILHOSA ARTE DE SER FELIZ por Nil Oliver



Quem me acompanha na vida real e na virtual sabe que tenho estado à voltas com minhas reflexões sobre a vida e como enfrentar os obstáculos que se nos revelam nessa maravilhosa e intrigante jornada em busca da felicidade.

Todos indubitavelmente sentem uma grande necessidade de serem felizes mas, porque muitos então não conseguem êxito nisso?

Então estive observando como meus amigos pensam e o que falam sobre isso e também lendo alguns pensadores, muitos de meus amigos dizem que o sofrimento é inevitável mas a dor é opcional, palavras essas de autoria de Carlos Drummond de Andrade.

Bem, então fiquei a pensar, mas de fato temos o controle da dor, podemos mesmo optar por não sentí-la?

E em um primeiro momento confesso que achei isso meio utópico, mas, com o passar dos dias essa idéia foi amadurecendo em mim e a ela somaram-se outras tantas que deram consistência a esse pensamento do ilustre poeta.

Procurei colocar na prática e decidi que não iria me permitir a dor, mas reagir, e a primeira coisa que fiz foi deixar de pensar sobre a razão principal de meu sofrimento, além de avaliar todo meu passado e a postura que tive frente à minhas mazelas pessoais. Notei que muitas das dores que tive e foram por mim alimentadas não tiveram razão de ser, ou porque um dia elas se dissiparam ou porque nada poderia mesmo ser feito a não ser aceitar e continuar lutando com otimismo e força.

Passei então a alimentar a amizade, buscar a companhia ao invés do isolamento ( o que não impede que em dados momentos eu me isole para elaborar meu mundo interior ). Abri meu coração, falei o que estava sentindo e busquei no amor e na compreensão,

o alento que eu precisava, e - encontrei!

Vi que apesar de meus pré- conceitos sobre a frieza do mundo e o distanciamento das pessoas, provocado pela era cibernética eram também equivocados, existe sim

gente disposta a doar um pouco do seu tempo para o outro,

existe sim alguém disposto a falar ao nosso coração, a nos ouvir e a nos animar!

Palavras essas que foram fecundas no meu eu e que fizeram nascer um jardim.



O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você.


"Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses."

Rubem Alves


A tristeza é um muro entre dois jardins.

Khalil Gibran


E então eu deixei de supervalorizar a fatalidade que por vezes nos atinge para focar na nossa capacidade de reação, de superação, de renovação e provar do poder restaurador do amor, degustando com a alma cada palavra de alento e ânimo que recebi.

Existe um texto magnífico de Shakespeare que fala exatamente isso, e aproveito para colocá-lo aqui apesar de extenso ele é importante.

UM DIA VOCÊ APRENDE

(Willian Shakespeare)


Depois de algum tempo você aprende a diferença,
a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se,
e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contratos
e presentes não são promessas.
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida
e olhos adiante, com a graça de um adulto
e não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje,
porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos,
e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima
se ficar exposto por muito tempo.
E aprende que não importa o quanto você se importe,
algumas pessoas simplesmente não se importam…
E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa,
ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para se construir confiança
e apenas segundos para destruí-la,
e que você pode fazer coisas em um instante,
das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer
mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida,
mas quem você é na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos
se compreendemos que os amigos mudam,
percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa,
ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida
são tomadas de você muito depressa,
por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos
com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.
Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
Começa a aprender que não se deve comparar com os outros,
mas com o melhor que você mesmo pode ser.
descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo,
mas se você não sabe para onde está indo,
qualquer lugar serve.
Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão,
e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade,
pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação,
sempre existem dois lados.
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer,
enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute
quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência
que se teve e o que você aprendeu com elas
do que com quantos aniversários você celebrou.
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens,
poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia
se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva,
mas isso não lhe dá o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer
que ame, não significa que esse alguém não o ama,
pois existem pessoas que nos amam,
mas simplesmente não sabem como demonstrar isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém,
algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga,
você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido,
o mundo não pára para que você o conserte.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
Portanto,plante seu jardim e decore sua alma,
ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar…
que realmente é forte, e que pode ir muito mais
longe depois de pensar que não se pode mais.
E que realmente a vida tem valor
e que você tem valor diante da vida!
Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem
que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.

E seguindo nas minhas reflexões estive olhando a obra de Shopenhauer - O Mundo Como Vontade e Representação, onde ele fala sobre o nosso processo de busca da felicidade.

Shopenhauer diz que somos essencialmente movidos pela supressão da vontade que figura todo movimento humano na busca da satisfação e do prazer, já que essa é a causa de todo o sofrimento.

Então sendo a vontade algo irracional, um instinto que não pode se manifestar de forma pura, mas sim elaborada diante da realidade que a suprime, nosso mecanismo é a representação onde sublimamos a vontade pela moral, arte, música, etc, dando-lhe o polimento necessário para que essa se mostre no mundo real de forma aceitável, ou seja, como um paliativo para a dor que ela representa enquanto não realizada.

Seria então a suprema felicidade uma busca de interação relacional no mundo onde não cabe a individuação mas sim, a confraternização.

Pensando nisso eu agrego aqui também o religare proposto pela religião, e para mim, religião nada mais é do que a prática do amor entre os seres humanos, mas sim um amor altruísta e incondicional, que foi o que eu tive e fêz toda a diferença no meu processo.

Bjs



3 comentários:

  1. Bonjour Nil,
    Je viens vous souhaiter la bienvenue dans mon petit salon de thé au jasmin!
    Je ne comprends malheureusement pas le portugais, mais je comprends les images...
    Très amicalement

    ResponderExcluir
  2. Hello,
    This was a very nice read, brings thoughts to my head and helps me in my pursuit for happiness, as everyone defines happiness differently, I am in that category of people as well. I define it with presence of others in my life, but I influence them with my passion and care for them.

    Thank you for this blog.
    :)
    -nuki

    ResponderExcluir
  3. Apart from sorting them out from styes, attributes,
    Motorcycle Fairings materials and so on, there is one important clue for tracing them.
    Asics Tiger That is, from the brand itself. However, it is always not easy neither. Not only there are more and more brands going into fashion, but also the intricated Beats By Dre product names are too difficult to remember them. Thus, the category of brands was ominized here. But if you prefer to sort them out via brands, I'd like to recommend a valuable women high heel shoes website for you, that is LadyShoesMall.com, which is an exclusive women high heel shoes online store.

    ResponderExcluir

Arquivo do blog

Seguidores